quarta-feira, 24 de junho de 2009

O Banheiro Masculino

Sempre rolou um mistério por detrás de todos os banheiros masculinos, desde pequenininha. Eu morria de curiosidade de saber por que era separado, por que era tão proibido entrar e qual era, afinal, a enorme diferença entre ele e o feminino.

A primeira vez que entrei num banheiro masculino, lembro-me bem, achei que estava entrando num mundo novo.

Foi no colégio.

Minha mãe, por ser uma da donas e diretora da escola, sempre fazia nossas festas de aniversário, churrascos (irc!), comemorações em geral nos finais de semana em que o colégio não funcionava. E foi numa dessas vezes que eu entrei lá... nesse novo universo (escondida, claro! ). Foi como se fizéssemos uma troca. Eles entraram no nosso banheiro e nós - as meninas - entramos no banheiro deles.

Por que diabos era tão importante assim entrar no banheiro alheio? Qual era a grande graça? O que esperávamos, afinal? Os meninos também viviam querendo se enfiar no banheiro feminino, mas acho que não ficaram tão surpresos quanto a gente.

O famoso "mictório" pra mim não tinha forma alguma. Já tinha ouvido falar, mas nem sabia o que aquilo significava. E lembro que, ao vê-lo a primeira vez, pensei "O que diabos é esse treco na parede? Por que não tem isso no nosso banheiro?". Juro que, quando descobri que era naquele esqueminha que os homens faziam suas 'necessidades líquidas', fiquei PASMA: "Como assim??? Eu sei que eles fazem xixi em pé, mas... na frente de outras pessoas? Sem nenhuma portinha? Fica, assim, um do lado do outro? Que horrível!!! Eles não tem vergonha, não? Acham isso bonito? É quase como fazer xixi na rua!".

Fiquei realmente indignada. Cheguei até a perguntar pras coleguinhas num outro dia se elas já haviam visto aquilo. Devo até ter feito enquetes a respeito. E, claro, nem todas as minhas amiguinhas haviam entrado num banheiro masculino e, as poucas corajosas que o haviam feito, inventavam histórias mirabolantes e acabavam não explicando nada.

Anos se passaram e confesso que eu ainda tenho esses questionamentos a respeito dos banheiros masculinos. Quem sabe alguém que passe por aqui não possa me ajudar, né? Porque, pra mim, essas complexas questões que me seguem há anos ainda são um mistério.

10 comentários:

tanto clichê . deve não ser disse...

Beleza...entra num banheiro masculino comigo que você vai ver quanta diversão é possível ter...fikdik.

Edmilson Martins disse...

Historia legal.
Descobriu o misterio do mictório?
rsrs..

Todo mundo tem essa curiosidade de conhecer o banheiro do outro sexo.

Tauil disse...

Dé, os banheiros masculinos são assim: as paredes são geralmente rachadas, o mictório nem sempre tem um sistema de fluxo hídrico, há 70% de chances de não darem descarga, nem sempre tem espelho e a caixa de papel só funciona com um tranquinho. O feminino eu sei que tem espelhinho, sabão líquido de várias cores, plantinha na parede, bom ar sendo espirrado... :P
Muito bom esse tema!

tanto clichê . deve não ser disse...

Agora comentando sobre a escrita...

Você escreve muito bem, não sou a primeira pessoa que te fala isso....precisamos combinar de escrever algo juntos, que acha?

sobre o tema, acho que eu mesmo nunca tive muita curiosidade não..eu queria entrar no banheiro das meninas mais pra irritar mesmo..hahaha...mas geralmente as crianças têm mesmo esse tipo de curiosidade...e com você não é diferente, minha bebezinha!

luaith disse...

Ééé! Vc conhece aquela imagem né?
Vc que mandou pro Marcelooo!
Mto fofa :o)

Adorei o texto, mictórios são mesmo bizarros... rs

Obs: Vc viu que meu blog mudou de endereço né?

luaith disse...

hahaha
É bem a cara dele fazer esse tipo de comentário... hahaha
Ontem foi nosso aniversário de casamento! 6 anos :o)
Eu tbém sempre tive repulsa por imagens desse tipo... nada do que lembrasse o que eu estava fazendo exatamente eu gostava... essa é a verdade!
Tenho twitter sim!
Me add lá que eu te add também!
@luaith
Bjsss

Ralph Diniz disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ralph Diniz disse...

Sobre o homem fazer "xixi" do lado de outro homem, sem nenhuma "portinha".

Saiba que quando usamos o mictório, não olhamos para lado algum. Nem para o próprio mictório.
Seguramos o "dito cujo" com uma das mãos, apoiamos a outra na parede e olhamos para cima.
Alguns assoviam, outros ficam cantarolando... rs

Enfim... Espero ter te ajudado nesse "mistério".

Ralph Diniz disse...

Removi o comentário acima pq resolvi te explicar melhor o que acontece no banheiro...

Eli Rios disse...

Ótimo texto. Pelo visto você teve uma ótima infância. Parabéns pelo blog, primeira visita.
http://tudonosso.com/